Benefícios e riscos das redes sociais em condomínios

As redes sociais passaram a ser amplamente utilizadas profissionalmente na última década, deixando de ser apenas um passatempo para se distrair nas horas vagas. Atualmente é muito difícil encontrar alguém que não utiliza alguma rede social.

Devido a essa forma de globalização e compartilhamento de ideias, cultura, e conhecimento não é difícil a aquisição por essa forma de comunicação por parte de pequena, médias e grandes empresas de quaisquer segmentos, inclusive condomínios. Como utilizar as redes sociais em prol do condomínio? Quais os benefícios de aderir a essa nova funcionalidade? A seguir daremos dicas a respeito, acompanhe!

Existem duas possíveis variáveis para a utilização de quaisquer redes sociais em condomínios, sendo Facebook, Instagram, WhatsApp, Pinterest e tantas outras. É possível unir os vizinhos ou deixar os ânimos a flor da pele em discussões, dividindo ainda mais opiniões. Por isso é ideal algumas regras serem adotadas, mesmo sendo básicas.

  • As regras relacionadas à calúnia, difamação, injúria, preconceito, racismo e sexismo continuam valendo. E com maior facilidade que no mundo real, colhem-se provas, pois os rastros pela internet, mesmo com posts ou mensagens apagadas, são fáceis de serem reconstruídos.
  • O cuidado na hora da digitação é de extrema importância, o uso de letras maiúsculas deve ficar restrito ao início de frases, siglas, e nomes próprios, afinal, a impressão que se tem é que a pessoa que escreveu está gritando;
  • Avisar, postar e enviar mensagens alertando sobre os atos nocivos dentro de condomínios, assim como levantar um debate quanto às condutas não desejadas, também são medidas saudáveis.
  • É importante delegar a função de moderador da rede social a, ao menos outros dois moradores.

Quais precauções o síndico e os condôminos devem ter?

Manter as redes sociais voltadas para melhorias gerais não será fácil, isso também não é para com a administração do condomínio de modo geral.  O meio virtual pode ser meio hostil, principalmente com condôminos exaltados. O síndico por sua vez terá que saber receber críticas diretas e, muitas vezes exageradas, mantendo o jogo de cintura.

Contornar situações de brigas e discussões entre os condôminos, principalmente no ambiente virtual é sempre o ideal, senão o problema ganha proporções a cargo de responsabilidade civil/criminal, pois a medida que a exposição potencializa-se diante de um número significativo de pessoas que receberão dados, agrava-se por conta da proximidade de leitores com a pessoa alvo da identificação. Sendo fato verdadeiro, ou não, a divulgação interpretada com intuito de prejudicar imagem do alvo da notícia, também configura como ato ilícito, podendo sofrer penalidades judiciais.

Quais benefícios o uso da mídia social traz aos condomínios?

Utilizar a mídia social como ferramenta para otimizar tempo do síndico em diálogos com moradores, definir como potencial centralizador de discussões tornando mais eficaz e rápida a circulação de informativos, reserva por espaço de maneira online, produção de enquetes para benfeitorias e obras, e o agendamento de assembleias através da ferramenta de criar evento.

Concluímos desse modo que o fenômeno das redes sociais aproximou vizinhos que foram além de dar bom dia e comentar sobre o clima no elevador permitindo que condôminos e empreendimentos cada vez maiores saibam a real movimentação das atividades diárias do prédio.

WhatsApp chat